Cuide das unhas

Você deveria parar de roer as unhas

roer-unhas

Onicofagia, ou melhor, roer as unhas é um alívio para pessoas ansiosas ou sob estresse, por exemplo. Diversos motivos podem impulsionar isso, mas ainda assim não serão razões suficientes para realizá-lo.

Além do resultado estético nos dedos, roer as unhas não faz bem para a sua saúde. Algumas consequências são:

  • Unhas enfraquecidas: Roer implica em quebrar vários pedacinhos e deixar “lascas” no que sobrou, favorecendo que os fragmentos continuem aparecendo e aumentando simplesmente por bater em algum lugar. Outro problema é a possibilidade de micoses, pois o contato com a saliva propicia a presença de fungos.
  • Bactérias para dentro do corpo: As feridas nos dedos ao retirar o que deveria estar ali abrem espaço para que as bactérias ataquem a pele, gerando infecções. Em casos de pessoas com problemas no sangue ou de imunidade, elas podem entrar na corrente sanguínea e complicar a situação.
    Por outro lado, a presença das mãos na boca facilita gripes, diarréia e até hepatite A, já que elas estão em contato constante com o ambiente externo.

Parar com hábitos que estamos acostumados não é fácil. O primeiro passo é querer realmente parar. Depois disso, você pode utilizar alguns truques que evitem essa vontade de roer, como:

  1. Passar esmaltes, principalmente os que não tem um gosto agradável;
  2. Usar unhas postiças;
  3. Mascar chiclete;
  4. Encontrar outro objeto, como bolinhas, para manter as mãos ocupadas quando o nervosismo chegar.

Mais do que algo para ser bonito, cuidar das unhas é cuidar de você!