Protetor solar

Entenda a importância do protetor solar!

protetor-solar

Passar protetor solar não é bem a primeira coisa que todo mundo corre pra fazer. Mas deveria quando pensar em sair de casa.

Proteger a pele do sol é necessário hoje, amanhã e sempre!

Além do risco de doenças e manchas, a exposição excessiva à luz solar envelhece a pele. Mesmo que pareça estar tudo normal, as consequências podem vir tempos depois.

Usando o protetor você evita queimaduras e prolonga o aspecto jovem da pele.

Se o seu problema com o produto for a consistência, saiba que tem muitas opções:

  • Peles comuns: filtros do tipo “sérum” tem textura líquida, maior resistência ao suor e água, além de rápida absorção.
  • Oleosas: os produtos não comedogênicos ou “oil free” não tem oleosidade na composição. Assim, são os mais indicados para quem já tem pele deste tipo.
  • Secas: nessa situação, os com função hidratante são os melhores. Escolha os protetores em creme que contém água e óleo na fórmula.
  • Sujeitas a alergias: os hipoalergênicos são feitos de substâncias que, geralmente, não causam alergias. Os filtros do tipo “mineral” também são recomendados para pessoas com peles sensíveis ou alérgicas.
  • 2 em 1: protetores com cor que agem como base, chamados de “mousse”, deixam o rosto mais uniforme e corrigem imperfeições.

Lembre-se sempre de verificar o FPS (Fator de Proteção Solar) na embalagem, quanto mais clara for a tonalidade da sua pele, maior o número indicado.
Outro ponto é o retoque: passe o produto novamente a cada 2 horas. Caso entre na água, ele deve ser passado imediatamente após sair.

Melhor usar de agora em diante, certo?